Em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), localizado em Natal/RN, e com apoio institucional do Ministério da Educação (MEC), o PPE criou o projeto Doutorado Interinstitucional (DINTER), oferecido ao IFRN em 2014 e ainda em curso.

Este projeto acadêmico qualifica o quadro de servidores do IFRN e de instituições parceiras. Esta ação está fomentando e estimulando a produção acadêmico-científica desses profissionais, contribuindo assim para melhorar a história da educação e do ensino tecnológico e profissional do IFRN, bem como contribui com o desenvolvimento socioeconômico do Rio Grande do Norte.

Definiu-se que o programa de doutorado possui apenas a área de concentração em planejamento energético, com as seguintes linhas de pesquisa:

  • Economia da Energia (modelos institucionais e de investimentos (para o setor energético, políticas públicas, indústrias de rede, geopolítica da energia, política tarifária)
  • Modelos Energéticos (modelos de planejamento sob incerteza, modelos econométricos, modelos de previsão de oferta e demanda, bancos de dados, conjuntos fuzzies)
  • Tecnologia da Energia (uso eficiente de energia, fontes novas e alternativas de energia, avaliação tecnológica)
  • Energia e Meio Ambiente (mudanças climáticas, análise de risco ambiental, avaliação de impactos ambientais, gestão, auditoria e qualidade ambiental)

O perfil dos alunos envolve o universo de servidores ativos vinculados ao IFRN e instituições parceiras (universidades, centros de pesquisa e empresas da área de energia), com formação em áreas afins e correlatas em nível de graduação e pós-graduação. O foco está nas dimensões científica e tecnológica, com uma análise política, econômica, social e ecológica da questão energética e gestão de recursos naturais, priorizando aqueles com envolvimento em atividades de ensino, pesquisa ou extensão.

O plano acadêmico do curso é composto pelos seguintes objetivos e metas:

  • Ampliar o quadro de doutores na área de conhecimento de planejamento energético e seus vínculos tecnológicos, políticos, econômicos, sociais e ambientais, além da gestão de recursos naturais, de forma a contribuir para a melhoria das atividades de ensino, pesquisa ou extensão relacionado às áreas de concentração e linhas de pesquisa do Programa de Planejamento Energético - PPE/COPPE/UFRJ.
  • Formar e reciclar o conhecimento dos recursos humanos de alto nível que estejam tecnicamente envolvidos com a gestão, operação ou manutenção na área de energia, que formam o ambiente econômico do Nordeste com ênfase especial para o Rio Grande do Norte
  • Ampliar a oferta de pós-graduação na Região Nordeste e em especial no Rio Grande do Norte
  • Formar quinze doutores na área de conhecimento interdisciplinar de energia em cooperação mútua entre o PPE/COPPE/UFRJ e o IFRN
  • Consolidar e ampliar as linhas e os núcleos de pesquisas existentes no IFRN a partir da produção acadêmico-científica gerada pelo apoio recebido pelo projeto DINTER
  • Melhorar a quantidade e qualidade da produção científica dos docentes do IFRN a partir das atividades desenvolvidas pelos doutorandos participantes do projeto DINTER
  • Envolver alunos da graduação e Pós-graduação lato sensu dos cursos do IFRN em atividades de pesquisa a partir do envolvimento destes com os doutorandos participantes do projeto DINTER, contribuindo assim para a formação de novos profissionais na área de energia
  • Gerar melhores condições para condução dos cursos de Pós-graduação lato sensu e para proposição de um Programa de Pós-graduação em nível de mestrado na área de energia, explorando áreas de concentração e linhas de pesquisa desenvolvidas no projeto DINTER.

O funcionamento deste curso ocorre em conformidade com o estabelecido no Regulamento do PPE, considerando sua operacionalização por oferta de disciplinas obrigatórias e optativas. As disciplinas são oferecidas com periodicidade trimestral.

Adicionalmente, são ofertadas disciplinas na modalidade à distância, realizadas na sede da ofertante, seguindo o calendário acadêmico desta. O IFRN possui experiência e infraestrutura adequada a oferta e recepção de cursos/treinamentos/tutoria via EAD desde 2001.

As atividades de orientação estão sendo desenvolvidas através de encontros regulares entre orientador e orientando. Isto pode ocorrer tanto durante a realização das disciplinas, como através de um tempo que cada orientando terá para conviver mais diretamente com as atividades acadêmicas do orientador no curso dos seminários de tese e ainda no estágio de seis (06) meses que cada aluno passa no PPE.

Topo